sexta-feira, 16/12/2011

Governador e primeira-dama entregam certificados aos alunos da Escola de Qualificação Profissional

O governador Geraldo Alckmin, a primeira-dama Lu Alckmin e o secretário de Estado de Emprego e Relações do Trabalho, Davi Zaia, participaram nesta sexta-feira, 16, no Palácio dos Bandeirantes, da formatura dos alunos da Escola de Qualificação Profissional do Fundo Social de Solidariedade. Receberam certificados 525 alunos das Escolas de Moda – unidades Parque da Água Branca, Casa da Solidariedade II e Palácio dos Bandeirantes – e da Escola de Imagem Pessoal.

“Criamos a Escola de Qualificação Profissional a partir dos resultados da Padaria Artesanal, implantada em 2001. Nosso objetivo é oferecer cursos rápidos de capacitação que vão ao encontro com as necessidades do mercado. Além, é claro, de estimular a geração de emprego e renda. Esses cursos proporcionaram capacitação para 2.584 alunos ao longo deste ano”, explicou a presidente do Fussesp.

O projeto conta com a parceria da Secretaria Estadual de Emprego e Relações do Trabalho. “Além de custearmos as bolsas, oferecemos aulas de empreendedorismo. Estimulamos as pessoas a montarem o seu próprio negócio. E para isso temos o Banco do Povo Paulista que financia até R$ 15 mil, com o menor juro do mercado: 0,5%”, destacou Davi Zaia.

“A indústria têxtil, de confecção, além de agregar maior valor aos produtos, gera milhões de empregos. E a área da beleza que cresceu, só no ano passado, 20%. Muito mais que a economia. Esses cursos irão atender as duas áreas de maior crescimento e que mais precisam de profissionais qualificados”, reforçou o governador.

Fazem parte da Escola de Qualificação Profissional a Padaria Artesanal, a Escola de Moda e a de Imagem Pessoal. A partir do próximo ano, outras duas serão inauguradas: a de Hotelaria e Gastronomia e a de Tecnologia da Construção Civil.

Depoimentos emocionados

A formatura foi marcada por uma série de depoimentos emocionados, como o da Lindinalva da Silva, aluna do curso de Corte, Costura e Modelagem da unidade do Palácio dos Bandeirantes. “Quando começamos não sabíamos sequer colocar uma linha na agulha. Hoje saímos daqui com uma bagagem, riscando moldes, cortando e costurando. Vamos usufruir o que aprendemos. Temos agora uma profissão”.

Para a aluna Maria Alice Messias do curso de Crochê da Casa da Solidariedade II o curso foi mais que uma capacitação, foi uma superação. “Tive câncer, estava com depressão e sem vontade de viver. Essa oportunidade foi um recomeço, um presente. Minha autoestima melhorou e agora eu me sinto gente, tenho um ofício, e uma renda”, contou.

Escola de Moda

A Escola de Moda, inaugurada em abril, surgiu após a primeira-dama ouvir que mulheres acima de 40 anos (e com baixa escolaridade) não conseguiam mais emprego. Por outro lado, estilistas e empresários do ramo da moda comprovaram que milhares de vagas no setor não eram preenchidas por falta de capacitação.

Já são três unidades em funcionamento: Parque da Água Branca, Casa da Solidariedade II (no Parque Dom Pedro) e Palácio dos Bandeirantes. São oferecidos cursos de Corte, Costura e Modelagem, Bordado em Linha, Bordado em Pedraria, Crochê e Confecção de Caixas.

A carga horária é de 120 horas, com aulas de segunda à sexta-feira, durante dois meses. Os cursos são gratuitos e destinados às pessoas com mais de 18 anos, não sendo necessária escolaridade mínima. Todos os alunos recebem uniforme, material didático, alimentação e auxílio transporte.

Os que estão desempregados (e não estiverem recebendo nenhum auxílio, como o seguro desemprego) recebem bolsa-auxílio no valor de R$ 210,00 da Secretaria Estadual de Emprego e Relações do Trabalho, exceto na unidade do Palácio dos Bandeirantes em que os benefícios são custeados pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia.

A partir do próximo ano, o projeto será expandido para 28 entidades assistenciais da capital e 28 municípios (Confira a relação dos Polos aqui: http://www.saopaulo.sp.gov.br/usr/share/documents/292.pdf)

Escola de Imagem Pessoal

A Escola de Imagem Pessoal, inaugurada no dia 18 de outubro, no Parque da Água Branca, conta com três cursos: Maquiador; Depilador e Design de Sobrancelhas; e Manicure e Pedicure.

As aulas acontecem de segunda à sexta-feira, durante o período de dois meses. Para participar basta ter mais de 18 anos. Os alunos ganham material didático, uniforme, alimentação e auxílio transporte. Os que estão desempregados (e não possuem nenhum benefício governamental) recebem uma bolsa-auxílio da SERT no valor de R$ 210,00 durante o período do curso.

O projeto também conta com a parceria do Grupo Ikesaki, que doou os equipamentos e móveis, e da Vult Cosmética, doadora de todos os insumos utilizados durante os cursos.

Padaria Artesanal

O projeto Padaria Artesanal, implantado em 2001, em parceria com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento, já capacitou mais de 20 mil multiplicadores no Estado de São Paulo, além de pessoas vindas de 17 estados brasileiros e outros dois países, Paraguai e Angola. Mais de nove mil kits foram doados para entidades sociais, fundos municipais e escolas estaduais.

Durante um dia, das 8 às 17h, os alunos aprendem dez tipos de pães nutritivos, saborosos e de alto valor comercial. São ensinadas também noções de higiene, saúde e ética. Para participar basta ter mais de 18 anos. Todos os alunos recebem material didático, uniforme, alimentação e certificado de conclusão. As aulas acontecem no Palácio dos Bandeirantes. Mais informações: (11) 2193-8969.

Mais informações

O telefone da Central de Vagas da Escola de Qualificação Profissional é (11) 2588-5896.

 

 

Compartilhe

Últimas Notícias

Fundo Social de São Paulo lança edital para contemplar 30 municípios em convênio para Cursos de Informática

Cidades interessadas devem encaminhar os documentos estabelecidos no edital até o dia 28 deste mês por email     O Programa “Escola de Qualificação Profissional” do Fundo Social de São Paulo está abrindo um edital de manifestação de interesse para a realização de convênios voltados à implantação de cursos da Escola de Informática em 30

Fundo Social mobiliza rede de voluntários

  O Fundo Social de São Paulo solicita a ajuda de voluntários para se unirem à campanha humanitária em prol das vítimas das chuvas do Rio Grande do Sul. Quem quiser participar desse trabalho poderá efetuar um cadastro junto à Defesa Civil do Estado no link abaixo e, na sequência, irá receber um telefonema com

Governo de SP inicia arrecadação para vítimas do RS; veja o que doar

Água potável, produtos de limpeza e itens de higiene são prioridade para ajudar moradores afetados pelas enchentes   Movimentação no domingo no galpão do Fundo Social   O Fundo Social de São Paulo (FUSSP) e a Defesa Civil começaram a receber doações para serem enviadas às vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul neste domingo (5).

SEDE DO FUNDO SOCIAL DE SÃO PAULO - PALÁCIO
DOS BANDEIRANTES

Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - São Paulo - SP - 05650-905

MAIS INFORMAÇÕES - Telefone: 11 2193-6979

DEPÓSITO DO FUNDO SOCIAL - JAGUARÉ

Av. Marechal Mario Guedes, 301 - Jaguaré

São Paulo - SP, 05348-010