sexta-feira, 06/07/2012

Lu Alckmin inaugura primeira Escola de Moda do Estado de São Paulo

A presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (Fussesp), Lu Alckmin, inaugurou na quinta-feira, 28, a primeira Escola de Moda do Estado de São Paulo, em Osvaldo Cruz, na região de Presidente Prudente. As professoras do município foram capacitadas na capital e agora dividem os conhecimentos adquiridos com os moradores da cidade.

O convênio com o Fussesp transfere para a Escola de Moda quatro máquinas industriais, sendo três retas e uma overloque, além de 300 metros de tecidos. “É uma alegria saber que esta Escola oferecerá qualificação para gerar renda e levar dignidade a mulheres e homens, que também acabam frequentando os cursos”, afirmou Lu Alckmin.

Até o momento, o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo registrou 112 assinaturas para implantação de Escolas de Moda em municípios do Estado e entidades assistenciais na capital. “As cidades que foram capacitadas nos Polos sentiram a necessidade de ter a sua própria Escola. Ficamos muito felizes em conseguir atender estas solicitações para assim transformar o nosso Estado no maior polo de costura do Brasil”, comentou a presidente do Fussesp.

Origem do projeto

Inaugurada em abril de 2011, a Escola de Moda surgiu da necessidade de atender duas demandas identificadas pela primeira-dama. Por um lado, mulheres com mais de 40 anos e baixa escolaridade se queixaram de não conseguir emprego. Por outro lado, estilistas e empresários do ramo da moda apontaram que milhares de vagas no setor não eram preenchidas por falta de capacitação.

A Escola de Moda funciona na capital em três locais: Parque da Água Branca, Casa da Solidariedade II (no Parque Dom Pedro) e Palácio dos Bandeirantes. São oferecidos cursos de Corte e Costura, Bordado em Linha, Bordado em Pedraria, Crochê e Confecção de Caixas.

A carga horária é de 120 horas, com aulas de segunda à sexta-feira, durante dois meses. Os cursos são gratuitos e destinados às pessoas com mais de 18 anos, não sendo necessária escolaridade mínima. Todos os alunos recebem uniforme, material didático, alimentação e auxílio transporte.

Os que estão desempregados (e não estiverem recebendo nenhum auxílio, como o seguro desemprego) recebem bolsa-auxílio no valor de R$ 210,00 da Secretaria Estadual de Emprego e Relações do Trabalho.

 

Compartilhe

Últimas Notícias

Fundo Social de São Paulo divulga resultado de Chamamento Público para gestão da Praça da Cidadania de Hortolândia

Edital prevê a contratação de OSC’ para administração das Escolas de Qualificação Profissional do FUSSP   Prédio das Escolas de Qualificação do Fussp na Praça da Cidadania de Hortolândia   O Fundo Social de São Paulo, divulgou nesta quarta-feira, 07 de fevereiro, o resultado final do Chamamento Público para escolha da OSC’ que vai administrar

Governo de SP atende dez cidades com mais de 6 mil itens em ajuda humanitária após chuvas de janeiro

Materiais de primeira necessidade foram enviados para auxiliar as famílias afetadas em municípios do interior, Baixada Santista e Litoral Norte   Defesa Civil faz entrega de doações a municípios atingidos pelas chuvas   O Governo de São Paulo, por meio da Defesa Civil e do Fundo Social, destinou para dez cidades paulistas 6.030 itens de

Fundo Social de São Paulo lança Chamamento Público para gestão das Praças da Cidadania de Mauá e Diadema

Edital prevê a contratação de organização da sociedade civil para administração das Escolas de Qualificação Profissional do FUSSP     O Fundo Social de São Paulo lança um novo chamamento público, desta vez, para selecionar as Organizações da Sociedade Civil que vão administrar as Escolas de Qualificação Profissional da Praça da Cidadania de Mauá e

SEDE DO FUNDO SOCIAL DE SÃO PAULO - PALÁCIO
DOS BANDEIRANTES

Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - São Paulo - SP - 05650-905

MAIS INFORMAÇÕES - Telefone: 11 2193-6979

DEPÓSITO DO FUNDO SOCIAL - JAGUARÉ

Av. Marechal Mario Guedes, 301 - Jaguaré

MAIS INFORMAÇÕES - Telefone: 11 3238-3944 ou 11 3238-3945