terça-feira, 08/11/2022

Fundo Social de São Paulo promove oficina sobre análise na prestação de contas públicas

Novo processo implantado no órgão vai otimizar a avaliação das prestações de contas enviadas pelas prefeituras e coletar dados sobre o resultado das parcerias

O Fundo Social de São Paulo realizou nesta sexta-feira, 07, uma oficina para mostrar o funcionamento do novo método de análise de prestação de contas públicas com municípios paulistas. Atualmente, o Fundo Social de São Paulo mantém convênios com 353 cidades e é necessário que todas prestem contas do investimento que recebem.

O novo método terá o uso de checklist específico de documentos, criação de um canal de comunicação único entre os municípios, uso de banco de dados de convênios anteriores e a integração das áreas técnica e financeira na ação.

A maioria das parcerias entre municípios paulistas e o Fundo Social de São Paulo é voltada para a implantação de cursos de capacitação para pessoas em situação de vulnerabilidade nas áreas de Beleza, Moda, Construção Civil, Gastronomia e Informática.

A expectativa é de que, com a ampliação da análise na prestação de contas, os próximos convênios firmados sejam aperfeiçoados e direcionados à realidade de cada município, como a previsão da quantidade de alunos e os cursos mais procurados, explica Thaís Lopes, coordenadora da Assessoria Técnica de Gabinete do Fussp.

Além disso, o novo método vai ampliar a segurança jurídica e a manutenção dos convênios. “Quanto maior o aperfeiçoamento desses processos, mais segurança há no caso de questionamentos futuros, no controle de prazos e na vigência dos convênios. Todas as informações são guardadas e analisadas para que seja decidido o encerramento ou a continuação do convênio”, detalha Thaís.

As parcerias entre o Fundo Social de São Paulo e os municípios paulistas são responsáveis pela formação de mais de 150 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social que terminam os cursos preparadas para empreender ou atuar no mercado de trabalho. Os convênios firmados consistem na implantação das escolas nas cidades com os equipamentos necessários para aulas, além do envio de recursos para a compra de suprimentos e o pagamento de professores especializados.

Compartilhe

Últimas Notícias

Fundo Social de São Paulo divulga resultado de Chamamento Público para gestão da Praça da Cidadania de Hortolândia

Edital prevê a contratação de OSC’ para administração das Escolas de Qualificação Profissional do FUSSP   Prédio das Escolas de Qualificação do Fussp na Praça da Cidadania de Hortolândia   O Fundo Social de São Paulo, divulgou nesta quarta-feira, 07 de fevereiro, o resultado final do Chamamento Público para escolha da OSC’ que vai administrar

Governo de SP atende dez cidades com mais de 6 mil itens em ajuda humanitária após chuvas de janeiro

Materiais de primeira necessidade foram enviados para auxiliar as famílias afetadas em municípios do interior, Baixada Santista e Litoral Norte   Defesa Civil faz entrega de doações a municípios atingidos pelas chuvas   O Governo de São Paulo, por meio da Defesa Civil e do Fundo Social, destinou para dez cidades paulistas 6.030 itens de

Fundo Social de São Paulo lança Chamamento Público para gestão das Praças da Cidadania de Mauá e Diadema

Edital prevê a contratação de organização da sociedade civil para administração das Escolas de Qualificação Profissional do FUSSP     O Fundo Social de São Paulo lança um novo chamamento público, desta vez, para selecionar as Organizações da Sociedade Civil que vão administrar as Escolas de Qualificação Profissional da Praça da Cidadania de Mauá e

SEDE DO FUNDO SOCIAL DE SÃO PAULO - PALÁCIO
DOS BANDEIRANTES

Av. Morumbi, 4.500 - Morumbi - São Paulo - SP - 05650-905

MAIS INFORMAÇÕES - Telefone: 11 2193-6979

DEPÓSITO DO FUNDO SOCIAL - JAGUARÉ

Av. Marechal Mario Guedes, 301 - Jaguaré

MAIS INFORMAÇÕES - Telefone: 11 3238-3944 ou 11 3238-3945